sábado, 21 de junho de 2008

A REALIDADE dos gatos abandonados em parques e abrigos

"Abrigo não é solução, é problema gerado pelo descaso social. Do lado oposto de quem sonha montar um, existe a crença das pessoas em geral de que basta pegar um animal na rua e metê-lo num abrigo para resolver o problema. Quantas vezes ouvimos "leva pra Sociedade Protetora dos Animais..." Se visitassem algum abrigo dos muitos existentes por aí, veriam a triste realidade: Dezenas, até centenas de animais se digladiando por comida, muitos doentes, e até casos de canibalismo gerados pela fome. Mas ninguém pensa em como a "Sociedade Protetora" vai conseguir recursos."
http://anjosparaadocao.multiply.com/journal/item/167

Parques e abrigos não são "Hotéis 5 estrelas". Abandonar animais inocentes, que não pediram para nascer, para passar frio, fome e sofrer sem atendimento veterinário, além de CRIME, é uma atitude desprezível e covarde. Quem gosta de animais de verdade e tem bom caráter, sensibilidade, bom coração, não os joga num abrigo superlotado ou no meio de um parque, como se fossem lixo. Essa atitude reprovável não resolve o problema. Castração e conscientização sobre Posse Responsável, sim.

Para ver mais fotos sobre a realidade dos animais jogados diariamente no Campo de Santana, no Rio (que não é diferente da realidade de outros pontos de abandono por aí), acesse:

http://www.gatosdocampodesantana.kit.net/resgatados.htm
http://www.fotolog.com/campodesantana

http://www.orkut.com.br/Album.aspx?uid=7805790799253974145&aid=1206945695

ABANDONAR, MALTRATAR E ENVENENAR ANIMAIS É CRIME!
Pena prevista: 3 meses a 1 ano de prisão e multa.

DENUNCIE!
DISQUE-DENÚNCIA: 2253-1177

Mais dicas de como denunciar:
http://garbi.com.br/animais/
http://www.dogtimes.com.br/maustratos.htm
http://www.protetoresvoluntarios.com.br/portal/modules/soapbox/article.php?articleID=2
http://adoteumgatinho.uol.com.br/maustratos.htm

"Tome partido. Neutralidade ajuda o opressor, nunca a vítima. Silêncio encoraja o torturador, nunca o torturado" - Elie Wiesel

NOTA (em 7 de setembro): Este post foi escrito para criticar a atitude covarde do presidente de um clube em Charitas, Niterói. Na época ele estava ameaçando "jogar" a colônia de gatos do clube no Campo de São Bento, até teve a audácia de passar um "abaixo-assinado" entre os membros. Minha irmã estava castrando os gatos, tentando doar os filhotes, mas não foi o suficiente para o covarde. Os gatos do clube simplesmente "sumiram". Ninguém sabe, ninguém viu. Como denunciar esse monstro sem provas ou testemunhas? Gente horrorosa que só serve para tornar o mundo pior...argh! (onde estão as balas perdidas quando se precisa delas?)

Um comentário:

Flavia disse...

Excelente postagem.

Para quem não sabe, eu fui voluntária em um abrigo de animais aqui no Rio de Janeiro. Por quase 3 meses ia todos os domingos, lá pelas 7:30hs e saída de lá cerca de 14hs.

Abrigos são realidades CRUÉIS! Gaiolas minúsculas, super-lotadas, sujas... Os gatos (e cachorros) dividiam espaço e ração com CENTENAS DE BARATAS.

Mas, o mais doloroso de ver e sentir... Era a carência dos animais. Infinita. Dóia a alma, o coração. Me afetou de tal forma que fiquei doente: Peguei sarna.

Para quem não sabe, a sarna (ou escabiose) ataca quando o nosso sistema imunológico fica baixo. E o que abaixa as nossas defesas (além de certas doenças)? A emoção.

Na época eu cheguei a entrar em contato com uma das responsáveis do abrigo para alertar sobre a minha situação. Fria e ríspida, alegou que gatos não transmitem sarna para humanos.

Depois dessa eu não pisei mais lá... Iria voltar pelos animais. Não pelo local, ou pelo conceito do abrigo em si.

Compreendam que, por melhores que sejam as intenções do abrigo... Diante do descaso e falta de educação (ignorância) de nossa população, cedo ou tarde, o local se tornará um CAMPO DE CONCENTRAÇÃO.

Que possamos agir, cada um de seu jeito, por um mundo melhor. Mas que façamos algo! Que sejamos as mudanças que queremos ver em nosso planeta... Luz e paz.